Carlos Santiago

Arquitetura   Design

Bem-vindo! Welcome! Bienvenido!

Tenho 29 anos de experiência no desenvolvimento de projetos de arquitetura no Brasil e no exterior, de participação ainda em atividades acadêmicas – pesquisas, palestras, congressos e conferências –, de concursos de arquitetura e de design de produtos, criando soluções para design gráfico, color publishing e web design; com sólida experiência na utilização da plataforma Macintosh - em particular, nos aplicativos de CAD (MiniCAD, atual VectorWorks), de fotorrealismo 3D (ArtLantis Renderer), de tratamento de imagens (Adobe Photoshop) e de editoração (Adobe Illustrator e CorelDraw).

Informação Pessoal

Vivo no Rio de Janeiro, Brasil. Além de arquitetura e design me interesso por artes marciais sendo praticante do Karate-Do no grau de faixa preta, tendo sido honrado com o “1º encontro de Karate – samurai – arquiteto Carlos Alberto Santiago” promovido pela Secretaria de Ciência e Tecnologia no CETEP Marechal Hermes sob a coordenação do Professor Moacir Damasceno em setembro de 1999.

Experiência Profissional Arquitetura

Carlos Boeschenstein Arquitetos, Ouriço Arquitetura e Design, Bernardes + Jacobsen Arquitetura, João Pedro Bailly Arquitetura, Doo! Obras Design Arquitetura, skMobilia, CAD Express Arquitetura, Índio da Costa A.U.D.T.

Experiência Profissional Design

CR2 Design, Soter Design.

Especialidades

Arquitetura, Arquitetura de Interiores, Desenho Arquitetônico, Desenho de Mobiliário, Design Gráfico, Design para Web, HML, Modelagem 3D, Visualização 3D, Renderização 3D, Planejamento de projetos, Desenvolvimento de projetos, Treinamento Vectorworks e Artlantis.

“A Arte é uma espécie de antena primeira a captar e expressar as aspirações do inconsciente coletivo. A arquitetura, com o seu peso, o consolida, e o ensino de arquitetura, assim como o ensino em geral, na medida de sua tradição acadêmica e de sua capacidade de permanecer aberto aos novos tempos, não deixará de vir a reboque, de chegar junto e, de vez em quando, até de se antecipar, como Arte que também pode ser.” José Reznik

Carlos Santiago